Receba nossa newsletter

 Instagram feed

XP compra fatia da Suno e terá lugar no conselho


Valor Econômico


Com a aquisição minoritária do grupo Suno, anunciada ontem, a XP Inc. faz um novo lance na consolidação de negócios que nasceram sob o chapéu da análise de investimentos independente, mas que já se espraiam por outras linhas de atuação. A transação envolve não só a Suno Research, principal fonte de receitas, como também a gestora de recursos, os portais de conteúdo Suno Notícias, Fiis (de fundos imobiliários) e FundsExplorer, bem como a plataforma de dados financeiros Status Invest.

A transação foi dividida em três partes, descreve Karel Luketic, sócio e diretor da XP. Numa venda secundária de ações, minoritários financeiros da Suno saíram do negócio. A segunda tranche foi uma operação primária, que injeta efetivamente capital na empresa. A terceira frente envolveu a reorganização do grupo numa nova “partnership”, aos moldes da adotada pela própria XP, em que 20 dos principais executivos estão integrados.

“Eles ficam alinhados na holding, é dividir para conquistar e trazer mais valor para o cliente, e não ficar focado no curto prazo, no imediatismo”, diz Luketic. “É um ecossistema que complementa a oferta que a XP tem para o cliente, com uma visão de longo prazo próxima da nossa, de empoderar a jornada do investidor, dar autonomia para ele ter acesso a múltiplos produtos financeiros e conteúdos.”

O executivo não abre o tamanho da participação adquirida nem o valor do negócio. Diz apenas que se trata de uma fatia minoritária relevante, que prevê que a XP tenha assento no conselho de administração da Suno. Vai ajudar nas decisões estratégicas como fusões e aquisições e em novos negócios, mas não haverá ingerência no dia a dia da operação, assegura.

  • LinkedIn
  • Twitter
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
INSCRIÇÕES ABERTAS.gif